De Ponta Cabeça


30/12/2007


Pra estar sozinha não preciso de você

 

Braços abertos, olhos fechados

Sempre um sorriso e uma mentira

Você não vai mais me evitar

 

Alimentando os teus desejos

Me deixava de lado e o corpo apertado

Com as roupas que você gostava

E mesmo assim eu não te agradava

 

Aceitava tudo que você queria

Fazia tudo que você pedia

Te amava sem amor em troca

Disfarçava pra te alcançar

 

Teus abraços tão distantes

Eu só queria me incluir nos teus instantes

Ter minha vida e não muda-la pra entrar na sua

Poder falar o que penso sem medo de te perder

Pra estar sozinha não preciso de você

 

Beijos confusos

Corpos intrusos

Tinha os seus braços, mas o seu pensamento não estava em mim

Pra estar sozinha assim não preciso de você

 

Escrito por Mariana às 21h57
[ ] [ envie esta mensagem ]
Busca na Web: